grávida-2-1024x682

Conheça o poder da vitamina D

Página Inicial Matérias Conheça o poder da vitamina D

salmon-1243444_640Você sabia que a vitamina D possui mais de 80 funções no organismo? Também conhecida como calcitriol, é um hormônio esteroide solúvel em gordura, fundamental para o equilíbrio de diferentes órgãos, podendo controlar mais de 3.000 genes (entre os mais de 20 mil genes existentes no corpo humano). É ainda responsável por regular a absorção de cálcio e fósforo, influenciar o sistema imunológico, manter o funcionamento do cérebro e fortalecer ossos e músculos, prevenindo a osteoporose.

A falta da vitamina D prejudica o organismo, trazendo sérias complicações, como para a fertilidade e a gestação. Isso porque esta vitamina age no sistema imunológico, evitando que o embrião seja rejeitado e, consequentemente, aconteça o aborto. Nos homens, pesquisas revelam que a vitamina D melhora a qualidade dos espermatozoides e regula a quantidade de testosterona.

Durante a gravidez, a deficiência da vitamina D pode aumentar a incidência de diabetes gestacional, pré-eclâmpsia e parto prematuro. “Ainda que existam poucos estudos realizados em um grande número de pacientes, para afirmar que a suplementação da vitamina D garante total segurança à gestante, nós sabemos de sua importância científica e indicamos a ingestão do complexo de vitamina D durante o tratamento para a infertilidade e na gestação”, explica Dr. Luiz Eduardo Albuquerque, ginecologista, especialista em Reprodução Humana e diretor da Fertivitro.

Além de comprometer a fertilidade e a gravidez, a falta de vitamina D no organismo pode causar um aumento no risco de doenças ou infecções, dores musculares, ósseas ou lombar, cansaço, depressão, queda de cabelo e demora na cicatrização após uma cirurgia ou lesões. Para estimular a produção da vitamina pelo organismo, é indicada a exposição moderada ao sol. O corpo converte colesterol em vitamina D quando a pele é exposta à luz solar. Recomenda-se também o consumo de alimentos fontes de vitamina D como, sardinha, salmão (foto acima), leite, ovos e iogurte.

Fonte: Fertivitro Centro de Reprodução Humana

Veja também: