a-rinite-alergica-e-suas-consequencias-16052016112524

Rinite: controle ambiental pode ajudar

Página Inicial Matérias Rinite: controle ambiental pode ajudar

dirceu-soleEstimativas apontam que entre 20% e 30% da população brasileira tem rinite alérgica. E os desencadeadores da doença podem ser vários, como vírus, poeira doméstica, ácaros do pó doméstico, pelo de animais e polens. Entre os sintomas mais comuns estão espirros, obstrução nasal e coriza. Algumas pessoas também podem apresentar sintomas oculares associados, como olhos vermelhos, lacrimejamento e fotofobia (a sensação de sensibilidade ou aversão a qualquer tipo de luz).

“O tratamento deve ser feito à base de anti-histamínicos orais e corticosteroide tópico nasal, cromoglicato dissódico, antileucotrieno. Também é indicada a imunoterapia (vacina de alergia), que pode ser feita em conjunto com esses medicamentos”, explica o médico Dirceu Solé (FOTO AO LADO), Diretor Científico da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI).

A tecnologia também é aliada no controle da doença. O aplicativo chamado Diário de Alergia permite que o paciente controle os sintomas da sua rinite e, no caso de piora, o próprio App sugere procurar o médico ou iniciar tratamento.

É difícil prevenir a rinite alérgica, mas alguns cuidados podem contribuir para uma melhor qualidade de vida, como seguir corretamente o tratamento indicado pelo médico e fazer controle ambiental. “Evitar exposição à fumaça de cigarro, manter o ambiente domiciliar e/ou de trabalho o mais limpo possível e evitar exposição a mudanças abruptas de temperatura do ar são algumas providências a serem tomadas pelos pacientes com rinite alérgica”, alerta Dr. Solé.

A ASBAI

A Associação Brasileira de Alergia e Imunologia existe desde 1972. É uma associação sem finalidade lucrativa, de caráter científico, cuja missão é promover a educação médica continuada e a difusão de conhecimentos na área de Alergia e Imunologia, fortalecer o exercício profissional com excelência da especialidade de Alergia e Imunologia nas esferas pública e privada e divulgar para a sociedade a importância da prevenção e tratamento de doenças alérgicas e imunodeficiências. Atualmente, a ASBAI tem representações regionais em 21 Estados brasileiros.

SAIBA MAIS

Twitter: @asbai_alergia

Facebook: Asbai Alergia

www.asbai.org.br

Com informações da Gengibre Comunicação / Assessoria de imprensa

Veja também: