color-15644_640

Para ter um sorriso perfeito

Página Inicial Matérias Para ter um sorriso perfeito

Dr. Bruno GribelUtilizar um aparelho ortodôntico comum, muitas vezes, não é uma boa opção, especialmente para adultos e pessoas que trabalham com sua imagem e aparência. Mesmo trazendo benefícios, a longo prazo, para a saúde (na correção dos dentes, por exemplo), os aparelhos ortodônticos influenciam muito no visual, causando o chamado “sorriso metálico”. Para esses casos, surgiu, há alguns anos, uma novidade no mercado odontológico: os aparelhos invisíveis, que se tornaram tendência, pois podem ser utilizados nas mais diversas situações passando despercebidos.

Os tratamentos com aparelhos ortodônticos são as alternativas possíveis para deixar o sorriso alinhado e corrigir a qualidade da mastigação e prevenir problemas. No entanto, a estética alterada e o desconforto fazem muitas pessoas desistirem do tratamento.

A novidade no mercado é o surgimento dos aparelhos invisíveis que, diferentemente dos aparelhos comuns, não influenciam na estética durante o tratamento, passando despercebidos. Com alinhadores transparentes, o tratamento utiliza tecnologia 3D para transformar as moldagens dos dentes de forma personalizada para cada paciente contando com um planejamento que traz maior previsibilidade do tratamento. “O principal diferencial deste método, além da estética, é o fato de o paciente não sentir incômodo com o aparelho. Por ser um aparelho que se adapta ao contorno dos dentes, o paciente não terá os fios em excesso ou o incômodo de, eventualmente, cortar os lábios e bochechas”, explica o cirurgião dentista Bruno Gribel, Mestre em Ortodontia (foto acima).

O aparelho é feito de uma resina especial, praticamente invisível que, além de mais confortável, é removível, podendo ser retirada para o momento da higiene bucal, alimentação ou, eventualmente, para uma festa ou ocasião especial. A utilização com frequência é o que irá garantir o resultado. “É importante ressaltar que, se o paciente não utilizar o aparelho de 20 a 22 horas por dia, o tratamento pode se tornar mais demorado, pois não trará o resultado esperado”, reforça Bruno Gribel.

 

MANUTENÇÃO

Diferente do aparelho ortodôntico comum, que necessita de visitas regulares ao dentista para manutenção, o aparelho invisível reduz a frequência dessas visitas, podendo ter um retorno ao dentista entre 6 e 8 semanas para avaliação. No início do tratamento, as placas são substituídas a cada duas semanas e os alinhadores que devem ser utilizados diariamente. Se o aparelho for utilizado corretamente, o tratamento pode durar entre 6 e 12 meses.

No mundo dos famosos, por exemplo, muitos já aderiram a esse tratamento, como Justin Bieber, Gisele Bündchen e Grazi Massafera.

O valor do tratamento vai ser avaliado de acordo com cada caso. Para saber a melhor forma de seu tratamento, é sempre importante consultar um ortodontista.

Veja também: